Empreendedores no recreio do Jardim de Infância

Bicicleta vermelha na Educação Financeira

Afinal porquê uma bicicleta na Educação Financeira?

Na Sala 2 – Jardim Infância Vila Bispo angariamos bicicletas, triciclos e trotinetes de 2ª mão, junto de amigos e das famílias da sala, para que no recreio todos aprendam a andar de bicicleta.

Entre várias atividades de educação rodoviária, já visitamos a Escola de Trânsito de Albufeira e criamos um circuito rodoviário no recreio para grande alegria de todos.

O nosso vizinho Guilherme Raimundo, por sua iniciativa, faz a manutenção mecânica das velhas e muito rodadas viaturas, com um amor e carinho comovente.

Além da natural aprendizagem na condução, das regras de trânsito e do adequado desempenho físico nas diferentes viaturas, as relações interpessoais vão sendo testadas no seu mais básico aprendizado.

Mas o mais importante é a gestão de conflitos, trabalhada na “escolha” das melhores e mais cobiçadas viaturas.

O recreio vai sendo, naturalmente, palco de cedências, de partilhas, de acordos facilitadores de boa convivência e de saudáveis desempenhos físicos.

Deixo aqui um episódio de puro empreendedorismo ocorrido no recreio entre duas crianças de 5 anos.

Era dia de entrega, aos 3 mealheiros, o rendimento mensal (3,00€) para o Projeto “Sonhamos e … Reinamos”. Por esquecimento, o Santiago não tirou da sua mochila os 3,00€ para os mealheiros.

 

No recreio, o Santiago e o Diogo pretendiam a bicicleta mais rápida, a vermelha. Sabiam que os adultos da sala não entrepunham nesta tomada de decisão. Estavam ambos entregues à sua capacidade de negociação.

O que se sabe é que o Santiago pagou 1,00€ ao Diogo para ter a bicicleta vermelha, por esse dia, só para si.

Lição a retirar daqui:

– Santiago e Diogo com grande capacidade de resolução de conflitos, pelo diálogo.

– Santiago e Diogo com espirito empreendedor estabelecido.

– Santiago com capacidade de argumentação para com os outros colegas que também queriam a bicicleta vermelha.

– Santiago utilizou um recurso seu embora destinado a outro fim.

– Diogo com poder negocial para transformar um desejo do seu amigo em dinheiro para si.

Tanta, tanta matéria a ser trabalhada, estimulada, refreada, moderada, redirecionada, nesta questão negocial no recreio do Jardim de Infância.

Estes dois meninos foram ambos pró-ativos. Dois empreendedores altamente motivados com boas ideias e sabendo implementá-las de forma a alcançar os seus objetivos. Empreendedores arrojados sem complexos negociais.

Educação Financeira também é sustentar a capacidade empreendedora na criança quer essa seja natural quer seja pelos estímulos fornecidos, pelo adulto, ao longo do seu processo de desenvolvimento.

Comments
  • Andreia Gerardo
    Responder

    Excecional!!!

Deixa o teu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Contact Us

Descrição possivel aqui

Not readable? Change text. captcha txt

Escreve o que procuras e faz ENTER para pesquisar